“NÃO QUERO DAR CONTINUIDADE A ESSA VIOLÊNCIA”

ABRINDO FERIDAS ENTRE FALAS E SILÊNCIOS

  • Letícia Macedo Gabarra Faculdade CESUSC
  • Rafaela Pedrosa Neves Faculdade CESUSC

Resumo

Este artigo buscou articular um caso clínico com conceitos teóricos da Terapia Relacional Sistêmica referentes ao atendimento com uma jovem adulta. Para tanto, foi utilizado o estudo de um caso clínico, atendido durante a experiência de estágio acadêmico obrigatório, durante 2013. Pretendeu-se fundamentá-lo a partir da Teoria Sistêmica, buscando explorar temas como estressores familiares, transgeracionalidade, fronteiras e segredos na família. O artigo constitui-se em um estudo qualitativo, sendo utilizadas informações trazidas pela paciente durante os atendimentos, tornando-se possível a articulação da prática com a teoria. Verifica-se com esse estudo, que a articulação de um caso clínico com a Terapia Relacional Sistêmica, foi possível usando temas como os estressores familiares, as fronteiras e os segredos na família. Conclui-se que esses temas têm influência nas decisões e no modo como a paciente escolhe sua companheira e no modo como lida com as questões que permeiam o seu relacionamento. No processo terapêutico foi possível verificar que a paciente conseguiu elaborar questões familiares que a afligiam, porém ainda existiam outros pontos a serem pensados e ressignificados.
Publicado
2018-10-07