PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DE UMA FACULDADE DE PSICOLOGIA DA GRANDE FLORIANÓPOLIS QUANTO AOS MÉTODOS DE ENSINO APRENDIZAGEM

  • Ana Claudia Mathias Faculdade CESUSC
  • Bárbara Schmitz Passoni Faculdade CESUSC
  • Luiza Jaques Sestren Faculdade CESUSC
  • Mariana Altieri Borba Faculdade CESUSC
  • Marília dos Santos Amaral Faculdade CESUSC

Resumo

Este artigo objetiva analisar a percepção de estudantes de psicologia em relação ao método de ensino-aprendizagem utilizado em uma faculdade particular da Grande Florianópolis. A pesquisa é de natureza quantitativa e caracteriza-se como exploratória, descritiva e de levantamento de dados, na qual utilizou-se como instrumento um questionário aplicado a alunos da primeira e das últimas fases do curso de graduação, a fim de verificar se mudanças são demandadas por alunos, como também se eles acreditam que o método utilizado atualmente os auxilia em seus crescimentos educacionais e em sua futura formação Os dados foram analisados conforme a estatística descritiva e fundamentados nas dimensões psicológicas e sociais, nos quais, foi possível perceber que os alunos das últimas fases se sentem mais preparados para o mercado de trabalho, relacionando teoria e prática, e se sentem menos comprometimentos com os prazos e frequência nas aulas, em comparação aos alunos da primeira fase. Estes aspectos podem ser associados às práticas nos estágios disponibilizadas somente nas fases finais, e por estarem mais perto de terminar o curso.  Além disso, os estudantes das últimas fases em sua maioria exercem trabalho remunerado, o que também pode colaborar com a percepção sobre a formação e com o tempo disponível. Conclui-se ainda que o professor agrega um papel importante para a transmissão de conhecimento, bem como seus métodos para ensinar e promover debates. Verifica-se que, de forma geral, ambas as fases se encontram satisfeitas com o método de aprendizagem, como também com as interações entre alunos.
Publicado
2018-10-07