“LEMBRANÇAS QUE EU QUERIA ESQUECER”

UM ESTUDO DE CASO SOBRE VIOLÊNCIA

  • Rafaela de Andrade Bianco Faculdade CESUSC
  • Letícia Macedo Gabarra Faculdade CESUSC

Resumo

Este artigo pretendeu articular um caso clínico com conceitos teóricos da terapia relacional sistêmica referentes à violência. Foi utilizado um estudo de caso realizado durante a experiência de estágio clínico no curso de Psicologia. A participante foi uma mulher adulta com vivências prévias de diferentes tipos de violência. Os resultados apontaram a existência de um discurso dominante, focado na violência sofrida, que possibilitou a construção de uma identidade deficitária, a qual permitia a repetição de situações violentas. As conversas terapêuticas realizadas auxiliaram na expressão e ressignificação das experiências dolorosas. Considera-se que estas permitiram a elaboração incipiente de histórias alternativas, calcadas nas capacidades da participante.
Publicado
2018-10-07